terça-feira, 19 de julho de 2011

Homossexualidade: doença, síndrome, transtorno, distúrbio, problema espiritual ou herança genética (Medicinal)?

               
                No momento em que estamos me parece que a “homofobia” chega como uma não aceitação a o que por séculos e anos ocorre de fato, a atração entre sexos opostos ou homossexualismo. E por fim, existem grandes relatos de uma onda de barbárie que apenas acentua, com qualidade, a ignorância, a falta de tolerância, a brutalidade-dogmática da era medieval aplicadas aos homossexuais.
               Neste arquivo venho tentar esclarecer alguns fatos conforme os meus estudos nas áreas das ciências biológicas. Não sou um mero conhecedor total dos fatos que irei abordar, contudo é preciso ter calma e tentar analisar o que é a homossexualidade.
Muito bem! Iremos agora relacionar alguns fatos, todos os conhecimentos possíveis sobre todos os tópicos, citados acima, pois bem:
Algumas definições:


Doença: Um problema que abala funcionalmente o indivíduo, trazendo danos a sua saúde ou ao normal andamento de seu metabolismo.
Pergunta? A homossexualidade é uma doença?
Resposta: NÃO, o indivíduo por optar-se por um sexo oposto leva uma vida normalmente sem alterações de saúde.


Síndrome: Um problema que abala funcionalmente o indivíduo, podendo em escalas grandiosas, trazer danos ao seu metabolismo, bem como a sua expectativa de vida.
Como exemplo, temos a “síndrome de Down”. Geralmente o indivíduo não vive muito tempo e ocorre diversas alterações morfológicas, ou melhor dizendo, em sua aparência.
Pergunta? A homossexualidade é uma Síndrome?
Resposta: NÃO, o indivíduo por optar-se por um sexo oposto leva uma vida normalmente sem alterações de saúde ou no quesito aparência na real ou foco original de nascença.


Transtorno: Transtorno é algo que vem e passa ou que pode voltar novamente ou simplesmente desaparecer. Pode causar problemas psicológicos e psíquicos ao indivíduo. No quesito psíquico, o que diferencia do psicológico é que a pessoa abalada psiquicamente necessitará de medicamentos para a reposição de componentes neurais perdidos, devido a problemas psicológicos mal resolvidos e uma atmosfera não favorecida.
Pergunta? A homossexualidade é um Transtorno?
Resposta: NÃO, o indivíduo por optar-se por um sexo oposto, ou seja, aquele que se “apaixona” este sim se diz homossexual. Não existe qualquer tipo de transtorno, não vai nem passa, apenas existe um descobrimento aos poucos do mesmo nas suas funções de escolha. Quem sabe uma aceitação. Pesquisas mais recente mostram que o homossexualismo pode aflorar na adolescência, onde os processos hormonais estão “a pele”.
Não passa, não há cura e nem tratamento como a maioria dos transtornos.


Distúrbio: É uma doença em si, abala completamente o indivíduo em quaisquer funções, seja motora, bem como no espaço neurológico. Pode sim ser causado por um fator externo. Um AVC, Um traumatismo craniano. O distúrbio não tem cura nem tão pouco tratamento.
Pergunta? A homossexualidade é um Distúrbio?
Resposta: NÃO, o indivíduo por optar-se por um sexo oposto, não necessariamente tomará remédios para aliviar os seus problemas motores ou neurais. Não existe um remédio para amenizar a homossexualidade. Assim como existe um remédio para a esquizofrenia que se trata de uma doença séria denominada de distúrbio neural.


Problema espiritual: Por mais que a ciência não acredite em espíritos, porém sabe que todos nos somos matéria condensada na forma de energia. Este é o conceito mais moderno de hoje. E acredita também na “sinergia”, que é a junção ou abordagem de energias de corpos ou podendo-se falar em um sistema, onde captamos e recebemos energia de ambas as partes. Sim, podemos sentir a energia do semelhante.
Nunca se ouviu falar de homossexuais possuídos, extremamentes ruins. Atribuindo o termo assim, logo todo homossexual deve ser mal, péssimo, pois se tratando de possessão, não devemos esperar outra coisa. Não gente não é uma forma de espírito a homossexualidade. Particularmente não posso crer em algo desse tipo. Assim, não aceitaria uma criança de 7 a 8 anos já possuindo sinais de uma possível homossexualidade. Seria terrível relacionar os fatos desse tipo.


Herança genética: Um conceito mais moderno é que a homossexualidade é transmitida pelo pai e que o indivíduo com este tipo de anormalidade. Possui as seguintes características:
O indivíduo homem homossexual possui a mente de uma mulher. Estou falando de estrutura. A cabeça exteriormente é masculina a estrutura interna é feminina. Assim o mesmo ocorre com a mulher.
O indivíduo nasce gay, não há transformação, nem influência. Ninguém quer ser diferente. Há anos isso ocorre e não somente no mundo homo sapiens. Ocorre também em: vegetais, em animais ditos irracionais, ou seja, o que me parece ser a homossexualidade é um simples erro de sistema universal, como tudo que ocorre. Nada é perfeito, assim vivíamos para sempre.
É te tal forma que podemos notar diversos graus de homossexualidade, estou falando de “grau”.
Tem diversos tipos, o mais masculino, o mais feminino, o feminino total, o masculino total, o transexual, o transformista, ou seja, apenas dei uma citada. Não tenho conhecimento total sobre isso.


Em fim, a homossexualidade por tudo que vimos parece ser um problema genético, portanto, não cabe a nós qualquer tipo de preconceito, seja ela de cor, de raça, de camada social, de localidade, de religião, etc.

Somos livres pra sentirmos e decidirmos e optarmos.
Não faço apologia à homossexualidade, porque sei que o indivíduo sofre e sofre muito. Ser diferente não é fácil.
Ser diferente em todo e qualquer aspecto.


Antonio Henrique

13 comentários:

  1. "A amizade consegue ser tão complexa...
    Deixa uns desanimados, outros bem felizes...
    É a alimentação dos fracos
    É o reino dos fortes

    Faz-nos cometer erros
    Os fracos deixam se ir abaixo
    Os fortes erguem sempre a cabeça
    os assim assim assumem-os

    Sem pensar conquistamos
    O mundo geral
    e construimos o nosso pequeno lugar
    deixando brilhar cada estrelinha

    Estrelinhas...
    Doces, sensiveis, frias, ternurentas...
    Mas sempre presentes em qualquer parte
    Os donos da Amizade..."

    forte abraço

    C@urosa

    ResponderExcluir
  2. Oiê, quanto tempo! Saudade... Como vc tá?
    Eu sumi pq estava sem pc, mas só vou voltar mesmo a ativa depois do dia 7, pq tô estudando pacas pra um concurso.
    Vim aqui agradecer pelo carinho mesmo na minha ausência e desejar um feliz dia da amizade.
    Beijos no coração e até breve.

    ResponderExcluir
  3. Não creio ser doença, e só o aceito na base de
    um sentimento sincero a todos os níveis e não
    só físico.Na homossexualidade as relações tam-
    bém são bastante instáveis, mas com a pressão
    que sofrem no dia a dia.
    Amigo sabe alguma coisa sobre o Clube Bilderberg?
    Beijinho

    ResponderExcluir
  4. Você poderia colocar aqui ícones de compartilhamento. O texto ta ótimo. Tenho minhas reservas quanto ao termo "homossexualismo", mas no mais, teu texto tem propriedade e coerência.

    Parabéns! Seguindo.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Amigo tenho 64 anos, vivo perto de Lisboa,
    tenho uma página no Facebook(Marques Irene)
    já estou reformada.
    Fica a saber um pouco mais de mim.
    Beijinho e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  6. Olá Antônio! Passando para agradecer a visita, o comentário, e dizer que eu também não faço apologia ao homossexualismo, mas acho que a liberdade de escolha é um direito de todos e, portanto, cada um tem o livre arbítrio de escolher o que achar ser melhor pra si.

    Abraços e ótimo final de semana pra ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  7. Sempre polêmico esse tema. Cabe o bom senso e o respeito pelo ser humano em sua totalidade.

    um gde abraço, Antonio!

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. É, você colocou estudos antiquados, que a maioria das pessoas sabe. Mas não existe uma prova comprovada cientificamente à respeito das orientações sexuais diferentes da comum heterossexual. Contudo existem opiniões diferentes dentro do próprio meio científico e isso dificulta muito a chegar numa conclusão Teórica, pelo menos.
    Quanto a minha opinião, tenho certeza que uma pessoa passa a ser homossexual antes da puberdade, o que indica que não é escolha, opção. Mas acredito que não é um acontecimento normal a homossexualidade. Pode ser um desvio do normal. Sou homossexual e muito promíscuo devido à esse transtorno que desenvolvi por causa da minha orientação sexual. Sou feliz, estudo, trabalho, mas nesse ponto sexual sofro muito, mesmo me aceitando. É muito difícil ser gay, mesmo se a sociedade nos aceitasse, e é por isso que descontamos nossas frustrações praticando sexo com muitos parceiros e cogitando sexo o tempo todo. Claro, falo apenas pela grande maioria; uns poucos descontam suas preocupações de outra forma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro colega Dako...

      Sua índole, anseios e frustrações nada têm a ver com a orientação sexual que segue. Tenho muito mais conhecidos héteros promíscuos do que gays promíscuos. Sugiro que fale por você e não pela maioria. Deve estar havendo algum engano e, se seu comportamento e conduta o atrapalham de alguma maneira, por certo precisa de ajuda, antes que esse desvio de conduta venha se tornar um problema inclusive para sua integridade física.

      Excluir
  10. E a pedofilia? Também não se enquadra em nada acima. Então um pedófilo também é normal?

    ResponderExcluir
  11. querida aqui o assunto e homossexualismo e não pornofilia, se vc quer ter informação sobre pornofilia vc tenque entrar ne uma pagina ou .pesquisar sobre o assunto , não misturar um assunto com o outro . vc ja pessou se misturamos; café com agila jamais sairia café com leite.

    ResponderExcluir